MMluz Iluminação e Decoração

Incandescente de 60W deixam de ser produzidas e importadas

15/06/2014



Incandescentes de 60W deixarão de ser importadas e produzidas no Brasil a partir de 30/06/2014

Abilux

De acordo com a  Portaria Interministerial 1007 dos Ministérios de Minas e Energia (MME), da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), publicada no dia 31/12/2010, que fixou índices mínimos de eficiência luminosa para fabricação, importação e comercialização das lâmpadas incandescentes de uso geral em território brasileiro, a partir do dia 30 de junho de 2014 não serão permitidas a fabricação e importação de lâmpadas incandescentes de 60W. Essas lâmpadas poderão ser comercializadas até o dia 30 de junho de 2015.

A decisão do governo federal foi motivada pela necessidade de reduzir o consumo de energia no país. Em média, as fluorescentes gastam quatro vezes menos eletricidade e duram cerca de oito vezes mais do que aquelas de tipo incandescente. Isso significa que, com as substituições, os consumidores devem pagar menos na conta de luz.

Sem contar o impacto no bolso, a medida também traz benefícios à natureza. As incandescentes, além de requisitar mais eletricidade e sobrecarregar as fontes geradoras, aquecem mais o ambiente, agravando o efeito estufa.


 

:: Voltar